Os professores das redes municipal e estadual de São Raimundo Nonato realizaram uma manifestação neste sábado, 20, para cobrar do Governo do Estado do Piauí o pagamento do precatório do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Fundamental e de Valorização do Magistério (antigo Fundef, hoje Fundeb).

O valor é oriundo em vista dos anos em que o pagamento do Fundef não foi realizado corretamente. Pela legislação federal, 60% desses recursos devem ser destinados para a remuneração do magistério efetivo e os outros 40% em investimentos na área da educação básica municipal. Inúmeros professores têm direito ao benefício, que se refere ao período do Fundef entre os anos de 1999 e 2006.

Deixe seu comentário
COMPARTILHAR