Após um bom tempo sem um encontro oficial no Palácio de Karnak, o governador Wellington Dias (PT) e o senador Elmano Férrer (MDB) reafirmaram nesta quinta-feira (28) a aliança e a parceria entre os dois, eleitos juntos em 2014.

“Eu tenho acompanhado o seu trabalho desde 2015 em Brasília. O Elmano sempre presente nos grandes temas do Brasil: na tribuna, nas comissões, nas audiências que fazemos junto aos ministérios, autarquias. Ele é um vaqueiro garimpando as emendas”, declarou o governador, que foi presentado com um Vade Mecum, livro que reúne todas as leis brasileiras.

Para o petista, Elmano é mais que um aliado e deixou claro: só falará de eleição em 2018.

“2018 vamos tratar em 2018. Ele é mais que um aliado, é um amigo e terá sempre a minha admiração e sempre terei orgulho de ter trabalho com ele”, afirmou.

Elmano enfrentou a fúria do PT no Piauí após se filiar ao MDB e estreitar relações com o presidente Michel Temer, apontado pelos petistas como mentor do impeachmente da ex-presidente Dilma Rousseff.

O senador devolveu os elogios do governador em apenas uma frase. “Somos grande amigos e aliados. Fomos eleitos juntos”, finalizou.

Hérlon Moraes

Deixe seu comentário
COMPARTILHAR